Polícia Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 13h:53 | - A | + A

POLÍCIA

Mulher tem traumatismo craniano após brigar com marido em bar

A vítima foi atrás do marido no bar, que servia como ponto de venda de drogas. Após a ocorrência de agressão, três pessoas foram presas e dois adolescentes detidos.

Hallef Oliveira

Da redação

PMMT

Policia militar viatura.jpg

 

Uma mulher de 21 anos teve traumatismo craniano e sofreu crises convulsivas após ser agredida por seu marido na noite desta terça-feira (02), em Nova Guarita (667 km de Cuiabá). O suspeito é o dono do bar onde ocorreu a agressão. No local também foi constatado se tratar de um ponto de venda de drogas e de exploração sexual infantil. Ao todo, três pessoas foram presas e dois adolescentes detidos.

 

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar da cidade recebeu um chamado sobre uma briga entre marido e mulher, e que a vítima estaria sendo atendida no pronto-socorro da cidade. Os militares se encaminharam para o local de pronto atendimento e foram informados de que a mulher estava com traumatismo craniano moderado e sofrendo crises de convulsão.

 

O suspeito, marido da vítima, estava no pronto-socorro e informou para os policiais que a mulher foi até o bar do qual ele é proprietário, armada com uma faca e que teria ido ao local brigar com ele por ciúmes. Para se defender, o homem disse que empurrou a mulher, que acabou caindo e batendo a cabeça em um portão. A vítima precisou ser transferida para o Hospital Regional de Colíder (648 km de Cuiabá) devido à gravidade dos ferimentos.

 

PMMT

0306 nova guarita.jpg

 

Os policiais e o suspeito se encaminharam para o bar, em busca de testemunhas. Populares disseram que o local se tratava de um ponto de venda de drogas. Chegando no local, os PMs viram dois adolescentes (um rapaz de 17 anos e uma menina de 16 anos) fugindo e deixando cair algumas porções de maconha no chão. Eles foram detidos e retornaram ao bar para continuidade da ocorrência. Após buscas pelo local, outras porções de drogas e dinheiro foram localizadas.

 

No bar estavam duas crianças, que eram filhas de uma suspeita de 24 anos, que informou que trabalha no bar e que também faz programas com clientes, assim como a adolescente de 16 anos, que havia começado a trabalhar no bar na última semana.

 

Uma equipe do Conselho Tutelar foi até o local e levou as crianças. Todos os outros suspeitos (o homem, de 37 anos, proprietário do bar; uma mulher de 24 anos, um homem de 27 anos e os dois adolescentes) foram encaminhados para a Delegacia da cidade. Os maiores de idade foram indiciados por tráfico de drogas e exploração sexual.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet