Polícia Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 14h:05 | - A | + A

MATO GROSSO

Ocorrências de violência contra mulher diminuem durante isolamento social

Levantamento da Secretaria de Estado de Segurança Pública informa uma redução de 29% nos registros de crimes de violência contra a mulher.

Da redação

Com assessoria

PJC

Delegacia da Mulher.jpg

 

Os registros de violência contra a mulher continuam apresentando reduções em suas ocorrências em Mato Grosso. Levantamento atualizado do período de isolamento social por conta do coronavírus (covid-19) aponta redução de 29% no total das principais ocorrências envolvendo vítimas femininas de 18 a 59 anos de idade. Entre 10 de março e 31 de maio de 2020 foram registrados 7.840 casos de diversas naturezas, enquanto no mesmo período de 2019 foram 11.057.

 

Os dados são da Superintendência do Observatório de Violência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Entre as principais ocorrências está a ameaça, que apresentou -28% de casos (3.526 este ano e 4.887 no ano passado). O crime de lesão corporal também reduziu 19%, com 1.944 registros neste ano contra 2.401 do ano anterior. Outra queda significativa foi no registro do crime de perturbação da tranquilidade, com -49%, sendo 148 casos em 2020 e 291 em 2019.

 

Entre os crimes sexuais, o assédio apresentou redução de 38% (36 casos em 2020 e 58 em 2019) e a importunação sexual teve -25% registros (43 contra 57), enquanto o estupro teve um caso a mais, passando de 96, no ano passado, para 97 este ano. O mesmo ocorreu com relação ao registro do crime de homicídio, já que houve 16 casos em 2020 e 15 em 2019.

 

Detalhamento dos meses

 

A Superintendência da Sesp-MT também fez o levantamento de cada mês compreendido neste período analisado. Entre 10 de março e 31 de março de 2020, por exemplo, houve reduções de 31%, 28% e 23% nos crimes de ameaça, lesão corporal e estupro, respectivamente, com relação ao mesmo período de 2019. Os casos de homicídio neste período não sofreram alteração de um ano para o outro, pois foram 6 registros em cada.

 

Já no mês de abril inteiro deste ano, as reduções nos registros de ameaça e lesão corporal foram de 30% e 8%, respectivamente, em relação ao ano passado. Já o crime de estupro apresentou aumento de 29% nos registros neste mês, passando de 28 casos em 2019 para 36 casos em 2020. Ainda em abril, houve um caso a mais de homicídio doloso, sendo 5 casos este ano e 4 no ano anterior.

 

No mês de maio deste ano, os crimes de ameaça e lesão corporal reduziram 23% e 22%, respectivamente, em relação ao ano anterior, enquanto o registro de estupro se manteve igual: 38 ocorrências em cada ano. Os homicídios voltaram a estabilizar neste mês, sendo 5 casos em 2020 e 5 em 2019.

 

Por outro lado, um tipo de crime onde as vítimas são mulheres registram índices maiores que em 2019. Segundo dados disponibilizados também pelo Observatório da Violência da Sesp, o feminicídio tem aumentado em Mato Grosso. Até o fim de abril, foram registrados 47% a mais casos de morte de mulheres do que ano passado.

 

Sesp-MT

Violência contra a mulher.jpg

 

Serviços de denúncia e acolhimento

 

Além do viés preventivo, por meio da Câmara Temática de Defesa da Mulher da Sesp-MT, é importante ressaltar que todos os canais de denúncia e socorro continuam funcionando normalmente, mesmo no período de isolamento social. Estão à disposição os disques-denúncia 190, 197, 180 e 181. Além disso, as delegacias (PJC-MT) também estão com atendimento presencial normal, assim como a Patrulha Maria da Penha (PM-MT), que faz rondas para atendimento às vítimas que possuem medida protetiva.

 

Algumas Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher criaram, em função do período de isolamento social, canais para denúncias e atendimento psicológico pelo serviço de WhatsApp. Em Cuiabá, o número (65) 99973-4796 está disponível para as vítimas. Em Várzea Grande, a Delegacia que tem atribuições investigativas de crimes contra vítimas mulheres, crianças e idosas, criou o número (65) 98408-7445 para receber denúncias via WhatsApp.

 

 

Já a unidade especializada de Rondonópolis (215 km ao Sul de Cuiabá) tem o número (66) 99937-5462 para atendimentos. Além do telefone celular, a delegacia possui ainda um número fixo pelo qual as vítimas podem acionar o atendimento policial: (66) 3423-1754.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet