icon clock h

Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021, 14h:08 | - A | + A

PRISÃO CUMPRIDA

Suspeito de torturar vítima até a morte é preso 10 anos depois do crime

Crime ocorreu em fevereiro de 2011, em Cáceres. A vítima foi espancada e torturada até a morte e encontrada em sua residência com várias lesões no corpo.

Da redação

Com assessoria

PJC

polinter pjc.jpg

 

Um homem de 30 anos, foragido por um crime cometido há mais de 10 anos na cidade de Cáceres (250 km de Cuiabá), foi capturado pela polícia, em Balneário Camboriú, no litoral do Estado de Santa Catarina, nesta semana. O suspeito estava sendo procurado pelo homicídio de uma mulher que foi torturada até a morte em fevereiro de 2011. O criminoso está sendo recambiado para Mato Grosso, onde cumprirá pena.

 

De acordo com as informações da Polícia Civil, a prisão ocorreu depois de informações repassadas pela Gerência de Polinter e Capturas de Mato Grosso à Polícia Civil de Santa Catarina, que recebeu no início deste ano uma solicitação de apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres para localizar o atual paradeiro do fugitivo.

 

O crime, ocorrido em 11 de fevereiro de 2011, vitimou Benedita de Paula Nunes, de 27 anos. A vítima foi cruelmente espancada e torturada até a morte e encontrada em sua residência totalmente despida e com várias lesões no corpo. O crime chocou moradores da cidade diante da gravidade e da forma cruel como a vítima foi morta.

 

Com o avanço das investigações realizadas pela DEDM de Cáceres e com a autoria do crime definida, após representação criminal da autoridade policial, o Poder Judiciário decretou em outubro de 2019 a prisão preventiva do investigado. Desde então, o autor do crime passou a ser considerado foragido da Justiça.

 

Por diversas vezes, a Polícia Civil tentou capturá-lo, mas sem sucesso, pois ele se refugiava na Bolívia, de onde retornou poucas vezes ao Brasil. Uma última tentativa foi realizada para localizá-lo em Goiânia, contudo, com os dados obtidos no decorrer das investigações, a equipe da Polinter conseguiu apurar o possível paradeiro do foragido, cujas informações levavam à região Sul do Brasil.

 

Em um trabalho em conjunto com a equipe do delegado Vicente Soares, da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, os policiais civis do município catarinense checaram prováveis locais onde ele poderia estar e com apoio da Polícia Militar local conseguiram realizar a prisão nesta segunda-feira.

 

As buscas pelo foragido contaram também com o auxílio da Delegacia Regional de Cáceres. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres, para onde o foragido deverá ser recambiado.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.