Política Sexta-Feira, 15 de Março de 2019, 15h:34 | - A | + A

CRISE NA SAÚDE

"Vou notificar a Santa Casa e levarei na Justiça esse ato de violência", diz prefeito

Emanuel Pinheiro ainda disse que deve marcar nesta sexta-feira (15) uma reunião com o governador

FERNANDA TRINDADE

DA REDAÇÃO

 

Com a paralisação da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que entrará com uma ação na Justiça contra a Instituição Filantrópica. O prefeito categorizou o fechamento da Santa Casa como um ato de desumanidade e violência e anunciou que vai conversar com o governador Mauro Mendes (DEM) para assumir o compromisso de salvar a Santa Casa.

 

“Determinei que a Secretaria Municipal de Saúde e a Procuradoria-Geral do Município tomem medidas legais cabíveis para notificar e responsabilizar na Justiça a unidade e seus dirigentes pelos prejuízos causados à população e especificamente aos pacientes. Esse é um ato de desumanidade e violência contra a vida humana”, ressaltou.

 

Antes dessa paralisação, o total de pacientes era 652, sendo que 426 eram do interior do Estado. Por isso, Emanuel Pinheiro afirmou que hoje é a Prefeitura quem segura a Santa Casa e que o Estado precisa participar com mais recursos. Pinheiro garantiu que ligaria ainda nesta sexta-feira (15) ao governador para marcar uma reunião e mostrar os dados.

 

“70% dos pacientes são do interior e 30% apenas de Cuiabá, ou seja, se vamos injetar R$ 10 milhões para resolver o problema da Santa Casa, o Estado dá R$ 7 milhões e Cuiabá dá R$ 3 milhões, está é a ação que vamos começar a fazer daqui para frente, porque é uma questão de Justiça, atende muito mais o Estado”, pontuou.

 

O prefeito destacou as conversas com outros políticos para salvar a Santa Casa. Emanuel afirmou que esteve com o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), e com o conselheiro Moisés Maciel, que é o relator das contas da Prefeitura.

 

“O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PDT) já marcou com o Ministro da Saúde e agilizei com toda a bancada federal, os vereadores e pediremos a participação da União”, garantiu.

 

Vale ressaltar que os pacientes da Santa Casa estão sendo redirecionados ao Hospital Geral de Cuiabá (HGU) e para o Hospital de Câncer. Além disso, a regulação já bloqueou novos pacientes à Santa Casa.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet