Política Domingo, 15 de Setembro de 2019, 09h:01 | - A | + A

ENTREVISTA DA SEMANA

Após 7 eleições, Procurador Mauro desiste de disputar cargo eletivo

Em entrevista ao PNBONLINE ele fala porque não vai mais disputar um cargo eletivo e avalia sua trajetória em 12 anos como candidato

Suzi Bonfim

da Redação

 

rede social

Procurador Mauro

 

Nos últimos 12 anos, de 2006 a 2018, em sete eleições consecutivas, o nome do procurador do Ministério da Fazenda, em Mato Grosso, Mauro César Lara de Barros, o Procurador Mauro, esteve cadastrado na urna eletrônica do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) como candidato a um cargo público pelo Partido Socialismo e Liberdade (Psol).

 

Campanhas modestas e discurso simples e direto fizeram com que na disputa pelo governo do Estado (2006); prefeitura de Cuiabá (2008, 2012, 2016); Câmara Federal (2014) e Senado Federal (2010, 2018), o Procurador Mauro fosse destaque entre os candidatos conquistando um número expressivo de votos. Afinal, ele enfrentou os principais nomes da política mato-grossense, perdeu, mas não se deu por vencido. Pelo menos até agora. 

 

Na última eleição, em 2018, concorreu com ao Senado com Jayme Campos (DEM) e a Juíza Selma Arruda (PSL): o primeiro, um representante tradicional com o currículo de ex-prefeito de Várzea Grande e ex-governador do Estado, e a segunda, uma promessa na política com um discurso de combate à corrupção como uma das bandeiras na campanha. Mais uma vez, o Procurador Mauro não foi eleito, mas foi o sexto mais votado com 226.053 votos, ou 8,21% dos votos válidos. 

 

Considerando o cenário político e econômico das eleições, por ser um dos fundadores e candidato do Psol, o Procurador Mauro garantiu visibilidade ao partido e tem o histórico dos votos que demonstram que ele foi para muitos uma alternativa real ou uma espécie de protesto dos eleitores cansados das mesmas opções. 

 

Em 2006, como candidato a governador de Mato Grosso, pela coligação Psol/PSTU obteve 31.336 votos, o terceiro mais votado. Na época, Blairo Maggi (PPS) foi reeleito.

 

Na disputa pela prefeitura de Cuiabá, em 2008, contra o deputado estadual Wilson Santos, o empresário Mauro Mendes e o deputado estadual Walter Rabelo, o Psol conquistou 10.833 eleitores. Mauro Mendes foi eleito prefeito. 

 

Ao Senado, em 2010, foram 97.803 votos. Na época foram eleitos o ex-procurador da República Pedro Taques e o ex-governador Blairo Maggi. Nas eleições municipais, em 2012, na segunda disputa pela prefeitura da capital, o Procurador Mauro obteve 16.920 mas, foi derrotado por Mauro Mendes.

 

Já em 2014, o candidato do Psol chamou a atenção mais uma vez com um desempenho bastante expressivo nas urnas. Foram 84.208 votos mas, não foi eleito.

 

A última investida para ser prefeito de Cuiabá - a terceira em 10 anos - foi  em 2016, com o voto de 70.336 eleitores. Porém, Emanuel Pinheiro (MDB) levou a melhor. 

 

Mesmo com todo este histórico de votação e desempenho favorável considerando as circunstâncias, o Procurador Mauro garantiu ao PNBONLINE que não pretende mais se candidatar. 

 

Mauro César Lara de Barros, 44 anos, é cuiabano. Cursou direito na Universidade Federal de Mato Grosso e se formou em 2000. Foi advogado, gestor na Secretaria de Estado de Administração, procurador federal e, desde 2003, é procurador da Fazenda Nacional. Avesso à exposição pessoal - não tem ou não repassa o número do celular - ele respondeu às perguntas da reportagem, por email, confirmando que vai cuidar da vida pessoal, daqui pra frente.  

É continuar acreditando que devemos viver honestamente. Com campanhas honestas, por muito pouco não vencemos, em 2014, quase chegamos ao 2º turno, em 2016 e tivemos mais de 200 mil votos em 2018. Após 7 candidaturas posso andar de cabeça erguida nas ruas sabendo que em nenhum momento envergonhei as pessoas que acreditaram em nossos ideais.

 

PNBONLINE - O que o levou a ficar fora da disputa pela prefeitura em 2020?

 

Procurador Mauro - Nos últimos anos as sucessivas candidaturas em um partido pequeno com poucos recursos e pouca estrutura exigiram, além do esforço de todos que nos apoiaram, um grande esforço pessoal fazendo com que eu deixasse de lado muitas questões familiares e profissionais. Pretendo dedicar os próximos anos a essas questões.

 

PNBONLINE - Esta decisão é definitiva, ou, é possível que mude de opinião, considerando que ainda falta mais de um ano para as Eleições Municipais?

 

Procurador Mauro -Não pretendo ser candidato nas Eleições 2020, nem a Prefeito, nem a Vereador. Estou decidido a me afastar das atividades político-partidárias. É uma decisão definitiva.

 

PNBONLINE - Como o disputou sete eleições, desde 2006 - prefeito, governador e Senador - sempre pelo Psol, o senhor não deixa o partido "órfão", em 2020, sem sequer ter a visibilidade que a sua participação representa ?

 

Procurador Mauro -Não vejo dessa forma. Um partido não é formado por apenas uma pessoa. Tenho certeza que outros companheiros no partido poderão disputar as eleições 2020 com perspectiva de êxito.

 

PNBONLINE - Sua votação, em 2018, foi significativa e não pode ser ignorada, O senhor pensa em se candidatar em 2022?

 

Procurador Mauro - Por ora não. Como já disse, estarei dedicado nos próximos anos a muitas questões familiares e profissionais que acabei adiando por força das candidaturas. 

 

PNBONLINE - Qual a principal lição ao longo de todos estes anos na disputa eleitoral?

 

Procurador Mauro - É continuar acreditando que devemos viver honestamente. Com campanhas honestas, por muito pouco não vencemos, em 2014. Quase chegamos ao 2º turno, em 2016, e tivemos mais de 200 mil votos em 2018. Após 7 candidaturas posso andar de cabeça erguida nas ruas sabendo que em nenhum momento envergonhei as pessoas que acreditaram em nossos ideais.

 

PNBONLINE -O senhor continua como militante no partido contribuindo para construção de uma candidatura?

 

Procurador Mauro - Continuo como militante do partido e contribuirei para a construção de uma candidatura que represente uma alternativa para o povo de Cuiabá. Nosso grupo político tem severas críticas à aproximação do Psol ao PT que está ocorrendo em nível nacional. Tenho certeza que aqui em Mato Grosso seguiremos coerentes em não nos unirmos com corruptos.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet