Política Quinta-Feira, 15 de Outubro de 2020, 16h:00 | - A | + A

SUSTO NO AR

Avião que teve pane com candidata estava em dia com documentação e revisão

Apesar do susto, ninguém se machucou. Após investigação, o bimotor foi liberado para voltar ao hangar da empresa.

Analu Melo Ferreira

Da Redação

Avião coronel Fernanda

 

O avião bimotor que sofreu uma pane enquanto transportava a candidato ao Senado Coronel Fernanda estava em dia com documentação e com revisão. Após a decolagem em Primavera do Leste, o avião Sêneca perdeu potência no motor direito e como resultado não conseguiu recuperar a altitude necessária para continuar. Segundo a empresa Aero Center Brasil Táxi Aéreo, a última revisão mecânica foi feita em setembro deste ano.

 

O piloto Luís Fernando Freitas Cortês, que possui experiência em mais de 1.300 horas de voo, foi obrigado a fazer um pouso de emergência em uma plantação para garantir a segurança dos passageiros. Apesar das perdas materiais, o acidente foi classificado como leve, pois ninguém se feriu. Um processo de investigação foi aberto pela Aero Center Brasil, que comunicou o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Em seguida, o avião foi encaminhado de volta para o hangar da empresa.

 

De acordo com a Coronel Fernanda, esse foi mais um teste a ser superado em sua campanha. “Deus está comigo em todos os desafios, desde o dia que eu recebi o desafio do presidente Bolsonaro, eu fui testada, eu estou sendo testada moralmente, e agora desse jeito”, disse. Mesmo com o susto, ela e sua comitiva continuaram a viagem de carro até Barra do Garças.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet