Política Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020, 09h:45 | - A | + A

DIVERGÊNCIAS NO PLANALTO

Bolsonaro desmente ministro e diz que não vai comprar vacina da China

Horas após Pazuello anunciar a compra de 46 milhões de doses da vacina, presidente usou redes sociais para desmentir ministro.

Suzi Bonfim

com Estadão Conteúdo

Marcelo Camargo-Agência Brasil

Pazuello e Bolsonaro

 

Por meio das redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira, (21) que o Brasil não irá comprar vacina contra o novo coronavírus produzida na China, ao contrário do que garantiu o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, em reunião por videoconferência com governadores, entre eles, Mauro Mendes de Mato Grosso, na tarde desta terça-feira (20.10).  

 

Bolsonaro publicou a mensagem negando a compra no Facebook, em resposta a um comentário criticando o anúncio do Ministério da Saúde de que serão adquiridas  46 milhões de doses da Coronavac, vacina da farmacêutica chinesa Sinovac que será produzida pelo Instituto Butantan, de São Paulo.

 

"Presidente, a China é uma ditadura, não compre essa vacina, por favor. Eu só tenho 17 anos e quero ter um futuro, mas sem interferência da Ditadura chinesa", comentou um usuário. O presidente respondeu: "NÃO SERÁ COMPRADA", em caixa alta.

 

A divergência entre o presidente e o ministro da Saúde deverá ser esclarecida ainda nesta quarta-feira, de acordo com outra resposta de Bolsonaro:  "tudo será esclarecido hoje". "NÃO COMPRAREMOS A VACINA DA CHINA", voltou a dizer em caixa alta. 

 

Jair Bolsonaro definiu como traição o protocolo de intenções assinado por Eduardo Pazuello, na terça-feira (20), para adquirir 46 milhões de doses da Coronavac e o anúncio aos governadores de que  "a vacina do Butantan será a vacina do Brasil". Na rede social, Bolsonaro reagiu:  "qualquer coisa publicada, sem qualquer comprovação, vira TRAIÇÃO".

 

O governador Mauro Mendes, entusiasmado com a decisão do Ministério da Saúde, já divulgou que o Estado vai distribuir a vacina em janeiro de 2021 e informou como será o cronograma de imunização até o segundo semestre do ano que vem. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet