Política Segunda-Feira, 29 de Junho de 2020, 16h:51 | - A | + A

AL DARÁ REMÉDIOS

Botelho diz que mãe foi curada e anuncia compra de 3 mil kits-covid

Ana Adélia Jácomo

Da Redação

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), anunciou nesta segunda-feira (29.06) a compra de 3 mil kits-covid para serem ministrados a deputados estaduais, servidores e população que apresentem sintomas da doença causada pelo novo coronavírus.

 

Mesmo sem os exames que comprovam a infecção, Botelho diz que os remédios serão oferecidos após consulta médica. Fazem parte do kit-covid a Azitromicina/ Nevofloxacin ou Amoxicilina com Clavulanato, Ivermectina, Hidroxicloroquina, Prednisolona e anticoagulantes.

 

O médico clínico geral e cardiologista Carlos Augusto Carretoni Vaz é o responsável pelos atendimentos na Assembleia Legislativa. “Estamos montando uma estrutura na Assembleia para atender servidores, deputados e população, porque vamos abrir atendimento externo para algumas pessoas. Não somos um posto de saúde, mas podemos ajudar a aliviar o sistema”, disse ele.

 

Botelho defendeu que os medicamentos sejam oferecidos mesmo sem exames específicos para detecção do vírus. Segundo ele, a demora nos resultados e os tratamentos iniciados tardiamente têm aumentado o número de internações e óbitos.

 

“Se ver que a pessoa está com os sintomas, já prescreve. Vamos realmente dar àqueles que têm os sintomas, mesmo sem os exames, porque o exame demora sete dias. A pessoa já morreu quando sai o exame. Vai esperar exame, tá morto. Estamos entendendo que deve se tratar com os sintomas precocemente”, defendeu.

 

O tratamento precoce é um tema amplamente defendido pelo médico da Assembleia. Segundo Botelho, sua mãe e seu padrasto foram diagnosticados com covid-19 e se curaram após supostamente fazerem uso dos fármacos citados acima.

 

“Tenho experiência em casa. Meu padrasto tem 80 anos, teve covid, foi tratado precocemente e curou. Mamãe pegou, tem diabetes, é hipertensa, tem Mal de Parkinson e marcapasso, tudo que pensar de comorbidade, e se curou tratando logo no início”.

 

O uso do kit-covid tem sido adotado por diversas cidades e até mesmo pelo Governo do Estado de Mato Grosso. Entretanto, é controversa a sua eficácia. Há correntes de médicos que desaconselham o uso dos medicamentos e avisam que ainda não há comprovação científica de que exista um remédio para curar a covid-19

 

“Vai diminuir as internações. O sistema de saúde está totalmente colapsado e se for construir algo novo, vai demorar. Então, temos que trabalhar em cima do isolamento e do tratamento precoce”, disse Botelho.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet