Política Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 10h:21 | - A | + A

EFEITO CORONAVÍRUS

Mendes defende redução de restrições para não comprometer economia em MT

Governador reclamou de setores econômicos que paralisaram atividades e orientou que os prefeitos hajam de acordo com sua realidade local.

Da Redação

(Foto: Christiano Antonucci / Governo de Mato Grosso)

Mauro Mendes.jpg

 

O governador Mauro Mendes (DEM) adotou um discurso menos alarmista e de maior defesa da economia sobre o avanço do coronavírus em Mato Grosso. Em um pronunciamento feito na manhã desta quinta-feira (26) pelas redes sociais, Mendes disse que algumas medidas tomadas por prefeitos são exageradas e defendeu a retomada de atividades econômicas, na medida do possível e atendendo aos protocolos das autoridades de saúde e sanitárias. 

 

“Estamos trabalhando para salvar vidas, mas não podemos arruinar vidas das pessoas com paralisações que vão causar grandes transtornos para quem depende dos salários. Tem cidade com nenhum caso e as pessoas paralisaram as atividades econômicas. Isso me preocupa muito, que essa grande paralisação possa criar problemas gigantescos de ordem econômica e social”, disse o governador.

 

Para unificar as decisões e orientações, o Governo do Estado editou um novo decreto com todas as informações e determinações referentes ao combate ao novo coronavírus, que deve ser publicado ainda nesta quinta.

 

“Esse novo decreto consolida, unifica, todos os decretos anteriores. Não tem muitas mudanças do que já foi decidido. A unificação é importante para comunicar melhor à comunidade as nossas restrições e traz tudo o que é possível e necessário fazer”, completou Mendes.

 

O governador, em seu discurso, por diversas vezes ressaltou a preocupação com o futuro econômico do Estado após a pandemia. Reclamou de setores paralisados e orientou que os prefeitos hajam de acordo com sua realidade local. “Não podemos ficar apavorados e dar uma dose muito maior que o problema requer e causar problema gigantesco para as pessoas. Precisamos de equilíbrio e bom senso. Empregos precisam ser preservados e a economia não pode ser prejudicada. Nos preocupa a enorme paralisia que toma conta de algumas cidades e regiões”.

 

Mendes ressaltou que é preciso manter as restrições sociais, mas que em alguns locais essa restrição pode ser mais branda. “Respeitamos a autonomia dos prefeitos. Estamos tentando uniformizar o procedimento no nosso estado mas temos que saber que não podemos dar remédios iguais para realidades totalmente diferente. As restrições impostas em Cuiabá e Várzea Grande não podem ser as mesmas para cidades pequenas do interior. São realidades muito diferentes”, completou.

 

O discurso foi referendado pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo. “Não há necessidade de municípios que não têm casos registrados em adotar medidas que estão adotando, uma paralisia do setor econômico”, argumentou.

 

Tchélo Figueiredo - Secom/MT

Laboratório Central

 

Casos em Mato Grosso

 

Mato Grosso tem 9 casos confirmados e outros 326 casos suspeitos do novo coronavírus, de acordo com o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde, divulgado na tarde desta quarta-feira (25.03).  

 

Os casos confirmados estão em apenas três cidades: Cuiabá (6), Várzea Grande (2) e Nova Monte Verde (1). Destes casos, apenas dois são de pacientes internados no Hospital Santa Rosa, com complicações clínicas, mas não estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Os demais são monitorados em suas residências.

 

O documento mostra ainda os cinco municípios de Mato Grosso que lideram o número de casos suspeitos. São eles Cuiabá (42), Rondonópolis (27), Tangará da Serra (16), Sinop (22) e Várzea Grande (29). Todos os casos são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Outros 12 municípios que registram até 10 casos de pacientes suspeitos são: Alta Floresta (5), Barra do Garças (7), Brasnorte (5), Campo Novo do Parecis (10), Campo Verde (7), Comodoro (5), Lucas do Rio Verde (5), Paranatinga (7), Pontes e Lacerda (6) Primavera do Leste (5), São José do Rio Claro (5) e Sorriso (5).

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet