icon clock h

Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021, 09h:34 | - A | + A

AÇÃO E REAÇÃO

Mendes e Medeiros trocam farpas por atraso em compra de vacina russa

Governador partiu para o ataque e desafio deputado federal a renunciar mandato, caso não comprove acusações

Da Redação

Mauro Mendes e José Medeiros

 

O vice-líder do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Câmara dos Deputados, o deputado federal José Medeiros (Podemos), fez duras críticas ao governador Mauro Mendes (DEM). Por meio de um posicionamento oficial, ele disse que as acusações de Mendes de que há má vontade da Anvisa em aprovar a Sputnik V são infundadas. Por outro lado, Mendes rebateu e chamou o deputado de mentiroso e irresponsável.

 

“Em uma ação de marketing visando o processo eleitoral do ano que vem, o governador anunciou a compra de doses da vacina russa Sputnik V, que é usada para combater a covid-19, mesmo sabendo que ela ainda não estava autorizada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Agora, de forma leviana, o governador declara que existe má vontade por parte do órgão federal em aprovar o uso da vacina russa. Ora, acusam o presidente de não seguir a ciência, as normas, mas quando a ciência e os protocolos de segurança são seguidos atacam o Governo Federal. Infelizmente estão politizando a pandemia e a vacina visando a eleição do próximo ano”, afirmou José Medeiros.

 

Para exemplificar o processo burocrático, o deputado cita a licença para construção de 130 pontes na BR-174, que está parada na Secretaria de Estado de Meio Ambiente. “A demora na liberação da licença é culpa do governador? O governador Mauro Mendes precisa agir com seriedade e começar a trabalhar de forma mais eficiente para salvar vidas. É preciso deixar a picuinha política de lado e começar a trabalhar em prol da população. Pessoas estão sendo prejudicadas, por exemplo, com a disputa política entre o governador e o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). O governador precisa trabalhar mais e falar menos”, disparpu o deputado federal.

 

Medeiros explica que a Anvisa vai realizar, ainda no mês de abril, inspeções em fábricas da Sputnik, na Rússia, para levantar dados que faltam para autorização do uso do imunizante no Brasil. “Existe um protocolo a ser seguido para autorizar a vacina em nosso país. O Governo Federal já assinou, no início de março, o contrato de compra emergencial de 10 milhões de doses da Sputnik, além de acelerar o processo de importação. Ocorre que a inspeção foi adiada a pedido do Fundo Soberano Russo, mas foi remarcada entre os dias 19 e 23 deste mês, conforme a Anvisa divulgou”, comentou o parlamentar.

 

O deputado cita ainda a eficiência da política de imunização implementada pela União e destaca o anúncio, nesta quarta-feira (14), da antecipação de mais 2 milhões de doses de imunizantes da fabricante Pfizer para reforçar o programa de vacinação em todo o país. “Foram quase 50 milhões de doses da vacina e mais de 27 milhões de doses aplicadas em todo o país. Em Mato Grosso, existem relatos de atraso na distribuição e aplicação das vacinas. Essa etapa do processo compete ao governo estadual e às prefeituras. Infelizmente, o processo de vacinação em Mato Grosso está lento, como também a falta de transparência na aplicação dos recursos federais enviados para combater a pandemia”, concluiu Medeiros.

 

REAÇÃO

 

"No Brasil tem um grupo de pessoa do mal, as bestas do Apocalipse, que ficam fazendo o mal o dia todo. E essas pessoas estão disseminando mentira o tempo todo"

Em entrevista nesta sexta-feira (16) à Rádio Jovem Pan, Mendes se mostrou irritado com José Medeiros e chegou a dizer que o parlamentar fala “mentiras” e fake news, sendo um irresponsável.

 

"Esses caras mentem descaradamente e continuam mentindo. Tem uma carta que Mato Grosso divulgou e diz que nós recebemos R$ 5 bilhões.  E esse senhor, deputado José Medeiros, só mente descaradamente. Nós não recebemos nada além do que já estava programado. Houve um auxílio emergencial sim, mas o Governo de MT recebeu R$ 5 bilhões e eu desafio os deputados que falam merda que prove ou renuncie ao mandato. Se eles não provarem, que renuncie ao mandato. Tem muito político que faz um desserviço para a população", disse Mendes.

 

"Tem político que fica fazendo fake news, mentindo o tempo todo. São pessoas que não têm amor e não têm Deus no coração. Mente muito. Tem hora que dá vontade de desistir. Mas se eu desistisse, eu estaria fazendo o que esses imbecis querem e os maus tomariam conta. Pra saber se é jogada de marketing, manda a Anvisa liberar. No Brasil tem um grupo de pessoa do mal, as bestas do Apocalipse, que ficam fazendo o mal o dia todo. E essas pessoas estão disseminando mentira o tempo todo. Se a Anvisa aprovar, vamos comprar a vacina", concluiu o governador em entrevista. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.