icon clock h

Quarta-Feira, 07 de Abril de 2021, 16h:23 | - A | + A

NECROPOLÍTICA

Ministro de Bolsonaro diz que cristãos aceitam morrer de covid pela fé

É esse argumento mortal que o ministro da AGU, André Mendonça, oferece ao pleno do STF para a decisão do abre-tudo.

Pedro Pinto de Oliveira

Correio Braziliense

André Mendonça

 

O ministro da Advocacia Geral da União (AGU), André Mendonça, usou um argumento religioso, fora do alcance secularista do direito, no julgamento que ocorre na tarde desta quarta-feira (07/04) no STF. Para sustentar a defesa da medida de liberação de cultos e missas presenciais na pandemia, André Mendonça fez a seguinte afirmação, conforme a Rádio CBN: “os cristãos aceitam morrer pela fé”.

 

Ou seja, André Mendonça, defende que os fiéis podem se aglomerar, contrariando a ciência que busca preservar as suas vidas, porque, se forem infectados pelo vírus e morrerem, vão morrer felizes, pela fé. Morrerão na boa fé quem acredita nas boas intenções do presidente para o seu segmento eleitoral-religioso. Se há fé, se há culto presencial, não há problema morrer pela covid: esse é o argumento mortal que o ministro do governo Bolsonaro oferece ao pleno do STF para a decisão do abre-tudo. Morrerão felizes porque o vírus abrirá a porta do céu.

 

É o argumento que faltava à necropolítica que o governo do presidente Jair Bolsonaro leva a cabo desde o início da pandemia: a defesa do abre-tudo e morra quem tiver que morrer. O ministro da AGU teve o despudor de assumir a política da morte levada a cabo pelo presidente com essa sugestão da alegria dos crentes e cristãos que vão morrer felizes, vítimas da covid, posto que aceitarão “morrer pela fé”.

 

O ministro da AGU teve o despudor de assumir a política da morte levada a cabo pelo presidente

Não há limites para essa marcha da ignorância liderada pelo presidente e que faz eco pelos seus ministros mais subalternos, mais submissos aos seus interesses pessoais.

 

O que pensam as lideranças religiosas sobre essa chamada para a morte pela fé? O que interessa é aglomerar fiéis nos cultos presenciais? A vida não importa se a morte seja crente na fé?

 

A submissão à necropolítica de Bolsonaro credencia Mendonça para a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)?  

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.