Política Sexta-Feira, 15 de Março de 2019, 12h:08 | - A | + A

NOVELA DOS R$ 12,4 MILHÕES

Prefeito diz que "farsa" da Santa Casa foi descoberta pelo seu filho

Segundo o prefeito, o Ministério da Saúde enviou um ofício a Emanuelzinho, garantindo que o teto da Santa Casa estava estourado

FERNANDA TRINDADE

DA REDAÇÃO

 

O ex-diretor da Santa Casa de Misericórdia, Anônio Preza, disse que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) mentiu e não cumpriu com o acordo de fazer o repasse de R$ 12,4 milhões a Instituição Filantrópica. Já Pinheiro afirmou que a farsa foi descoberta pelo seu filho, o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB).

 

Segundo o prefeito, o Ministério da Saúde enviou um ofício a Emanuelzinho, garantindo que o teto da Santa Casa estava estourado. O prefeito ainda destacou que não podia perder esse recurso e que por isso o dinheiro veio carimbado e documentado ao atual Pronto-Socorro. 

 

“O Ministério da Saúde respondeu para o deputado Emanuel Pinheiro Neto, se a Santa Casa tinha ou não condições de receber o valor, a Santa Casa teve 15 emendas parlamentares no final de 2017 para serem pagas em 2018 e ela recebei R$ 18 milhões no final do ano passado e o teto para emendas era de R$ 19 milhões e não tinha mais teto para repassar, mas não podia mais receber”, disse.

 

Leia também: Preza diz que Emanuel Pinheiro mente e que não é uma pessoa séria

 

O PNB Online teve acesso com exclusividade a uma matéria publicada Portal da Prefeitura em que Emanuel garante o repasse de R$ 12,4 milhões à Santa Casa, datada de 19 de janeiro de 2018 (veja a publicação AQUI). A matéria aparece nas pesquisas do Google, mas ao entrar no site consta como conteúdo apagado. 

 

Questionado sobre se realmente houve um compromisso de repasse, o prefeito respondeu que sempre fez de tudo para ajudar a Santa Casa, mas que não pode se responsabilizar pela falta de gestão da Instituição. 

 

“Acontece que fui além das contas para tentar salvar a Santa Casa, mas o problema de gestão interna não cabe a mim, tenho que cobrar a parte contratualizada, por isso está doendo eles queriam que ficasse solta”, garantiu. 

 

Emanuel Pinheiro ainda destacou que a equipe da Santa Casa chegou a reclamar desse valor para o Ministro da Saúde, mas que foram pegos de surpresa com a chegada do prefeito na reunião. “Neste dia eu estava em Brasília e recebi uma ligação do Ministro e então fui até o gabinete dele, cheguei lá foi um constrangimento total, porque a direção não queria que eu soubesse daquele encontro”, afirmou. 

 

Durante a reunião, o prefeito disse que deixou claro que a Santa Casa estava acima do teto e esclareceu a destinação dada ao recurso.

 

O que diz o ex-diretor da Santa Casa 

Antônio Preza declarou nesta semana que Emanuel está mentindo. Preza afirmou que realmente a Santa Casa estava com o teto estourado na época do repasse, mas que houve um acordo entre o deputado federal Valtenir Pereira (MDB), o senador Wellington Fagundes (PR), Emanuel Pinheiro e Santa Casa para que o valor fosse encaminhado à Prefeitura e assim que possível direcionado para Santa Casa. 

 

“Eles perguntaram se podiam colocar essa emenda no CNPJ da Prefeitura, mas direcionado a Santa Casa e o prefeito disse que sim”, garantiu Preza.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet