Política Sexta-Feira, 12 de Abril de 2019, 00h:06 | - A | + A

APÓS POLÊMICA

Prefeito Emanuel Pinheiro sanciona Leis que regulamentam motoristas de aplicativos

As leis foram sancionadas na íntegra. Sem vetos do prefeito. Se as leis forem violadas, o motorista ficará sujeito a multa que varia de R$180,00 a R$ 10 mil.

JAELSON SILVA

DA REDAÇÃO

 As novas regras já valem na capital. O Prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), sancionou as leis que tem por objetivo de taxar e regulamentar o Uber e outros aplicativos de transporte de passageiros em Cuiabá. O texto foi publicado no Diário Oficial de Contas, nesta quinta-feira, (11).

 

As leis foram sancionadas na íntegra, sem vetos pelo prefeito. A partir de agora, motoristas de aplicativos terão de pagar uma taxa anual de R$155,00 (cento e cinqüenta e cinco reais) a Semob- Secretaria de Mobilidade Urbana, além de o veículo ter de passar por uma vistoria.

 

Além disso, as operadoras que utilizam as plataformas digitais como o Uber, Pop e 99, deverão pagar cinco centavos por quilômetro rodado ao município.

 

O motorista que for atuar nas ruas de Cuiabá terá que seguir algumas normas, dentre elas, ser cadastrado junto à Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e apresentar alguns documentos, além de disponibilizar aos passageiros, opções para pagamento com o cartão (debito/crédito) ou dinheiro.

 

Ainda de acordo com a lei, o motorista de aplicativo que violar a norma de trânsito e a legislação tributária, estará sujeito a multa que pode variar de R$ 180 a R$ 10 mil.

 

As Operadoras de Plataformas Digitais de Intermediação de Transporte (OPIT’s) que já estão operando em Cuiabá, devem atender os requisitos da lei no prazo máximo de 90 dias.

reprodução/internet

Motorista-de-aplicativo.jpeg

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet