Política Segunda-Feira, 15 de Outubro de 2018, 16h:32 | - A | + A

ALVO DE INVESTIGAÇÃO

Prefeitura paga R$ 87 mil por aluguel de imóvel que nunca foi utilizado

Investigação teve início neste mês na promotoria de Sinop e busca saber o motivo da prefeitura ter efetuado o pagamento, mesmo com recomendação contrária

LAICE SOUZA

DA REDAÇÃO

 

A Prefeitura de Sinop é alvo de uma investigação do Ministério Público Estadual, por ter alugado um imóvel no período de maio de 2016 a março de 2017, no valor de R$ 87 mil e nunca ter utilizado o espaço.

 

O inquérito civil está sob a competência da promotora de justiça Marise Rabaioli Sousa, que busca saber os motivos que levaram a administração municipal a alugar o imóvel, que seria para a instalação da Farmácia Regional no Jardim São Francisco, e nunca ter utilizado o espaço.

 

Além disso, também será investigado o não atendimento, por parte do Executivo Municipal, da recomendação da Unidade de Controle Interno, “ora constante de instauração de Tomada de Contas Especial com vistas a ressarcir os cofres públicos". O fato também já chegou ao conhecimento do Tribunal de Contas do Estado por meio de representação externa, para adoção das providências que julgar cabíveis.

 

O Ministério Público já requereu que seja encaminhado ofício à Unidade de Controle Interno do Município de Sinop para que no prazo de 20 dias encaminhe fotocópia da “Nota 004.2017 – pagamento irregular a imóvel locado”, bem como todas as peças relacionadas ao fato ora investigado.

 

A prefeita Rosana Martinelli também deverá se manifestar sobre os fatos investigados ao Ministério Público.

 

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet