Política Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 17h:01 | - A | + A

BAIXARIA NA PANDEMIA

Secretário diz que prefeito usa "Gabinete da Popórcaria" para atacar governador

Secretário da Casa Civil reclama que Emanuel e o irmão Popó agem com fins eleitoreiros para provocar pânico na população.

da Redação

Gazeta Digital

Mauro Carvalho

 

Para o secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Mauro Carvalho, a fake news publicada no site GW100 do irmão do prefeito Emanuel Pinheiro, Popó Pinheiro, deixa claro que há interesses eleitoreiros, sem qualquer preocupação com o estrago que a mentira pode provocar junto à população, diante da pandemia do novo coronavírus em Mato Grosso. 

 

“A tentativa de denegrir a imagem do governador Mauro Mendes mostra que estão mais preocupados com a política eleitoreira do que com o bem estar da população, pois uma fake news como esta tem o intuito de criar pânico nas pessoas em um momento delicado, como esse da pandemia”, constatou Mauro Carvalho.

 

O secretário da Casa Civil ressaltou que este tipo de atitude está vinculada a práticas comuns em ano de eleições. "Este é mais um ataque do 'Gabinete da Popórcaria', que insiste em divulgar fake news. O governador Mauro Mendes deixou o isolamento, seguindo todos os protocolos, apenas para realizar exames nesta sexta-feira (05) e retornou para sua casa, em Cuiabá”, disse Carvalho, sobre o procedimento de Mendes que desde que comunicou nas redes sociais que está com covid-19, na quinta-feira (04), tomou as medidas necessárias para evitar a disseminação do vírus. 

 

Ao divulgar fake news sobre a ida do governador em busca de tratamento em São Paulo, Popó Pinheiro também tenta desqualificar o trabalho de combate à pandemia que vem sendo realizado pelo governo de Mato Grosso. Desempenho que Mauro Carvalho afirma que pode ser comprovado. “O Governo do Estado tem investido na ampliação dos leitos para o tratamento dos pacientes com coronavírus. E, enquanto, a gestão da Prefeitura de Cuiabá fechou 40 leitos, o governo está abrindo mais de 100 leitos somente no interior e 30 no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande. Essa é uma gestão humanizada e preocupada com a população, que abre leitos, não fecha".

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet