Política Sexta-Feira, 15 de Março de 2019, 09h:48 | - A | + A

CONVERSA VAZADA

Selma diz que áudio de jornalista prova extorsão de marqueteiro

Kleber Lima diz em conversa que Junior Brasa queria fazer um acordo extrajudicial

DOUGLAS TRIELLI

DA REDAÇÃO

Alair Ribeiro/MidiaNews

Selma Arruda

A senadora Selma Arruda, que usou áudio de jornalista para tentar provar extorsão

A senadora Selma Arruda (PSL) divulgou na última quinta-feira (14) um áudio de uma conversa sua com o jornalista e marqueteiro Kleber Lima, responsável por sua campanha nas eleições de 2018. Segundo ela, o conteúdo seria uma prova de que o empresário Junior Brasa tenta extorqui-la.

 

Brasa, dono da empresa de publicidade Genius Produções Cinematográficas, acionou a senadora judicialmente e alega quebra de contrato e pede o pagamento de R$ 1,160 milhão.

 

No áudio, Kleber disse que foi procurado pelo deputado Wilson Santos (PSDB), a pedido de Brasa, para tentar um acordo extrajudicial. Ele diminuiria o valor da causa para R$ 600 mil.

 

“O Brasa procurou o Wilson Santos e ele me chamou lá ontem, o Wilson, para propor um acordo com a senhora. Ele estaria sendo procurado pelos advogados lá das outras partes [concorrentes de Selma] para [ver] se ele não pode testemunhar para essas pessoas e tal, mas que ele [Brasa] não tem interesse e que o interesse que ele tem é de resolver com a senhora. Aí, eu falei para o Wilson, ‘tá, quanto ele quer para resolver?’ e ele falou R$ 600 mil”, disse o jornalista.

 

Em seguida, Kleber afirma ter dito a Wilson que a maior preocupação de Selma seria com a ação do Ministério Público que pede a sua cassação e não a ação de cobrança.

 

“Eu disse para o Wilson, textualmente, o seguinte: ‘Eu acho que o Brasa não vale mais nada nessa altura do campeonato, porque a ação que incomoda a doutora, a de impugnação do registro, não é dele mais, é do Ministério Público. Ele sequer pode retirar a ação. E a de cobrança não acredito que ela vá querer pagar R$ 600 mil para ele se ela não deve isso né? Nem de longe. Se ela perder a ação, pagaria mais barato’”, afirmou.

 

“Aí, ele insistiu hoje comigo, eu disse: ‘Olha, Wilson, eu falei para o advogado dela’. Como de fato falei para o Diogo [Sachs] para ver se essa minha visão da importância do Brasa tinha diminuído e ele concordou. Mas, aí, está com a senhora. Se tiver interesse é só procurar o Wilson Santos, aí eu marco um encontro da senhora com o Wilson para tratar disso”, disse.

 

Por conta deste áudio, Kleber Lima e Wilson Santos foram arrolados como testemunhas de Selma em um inquérito que apura uma suposta extorsão de Brasa contra a senadora.

 

Em conversa com a imprensa, logo após divulgar o áudio, Selma criticou veículos de informações que apontaram Wilson como participante da suposta extorsão.

 

“Eu tenho a declarar que a imprensa é muito irresponsável em apontar a participação de Wilson Santos. Ele é testemunha, eu não disse que ele participou. É completamente diferente. Testemunhas não são das partes, são dos fatos. Eu não acusei nem ele e muito menos o Kleber Lima. Eles são testemunhas apenas. O único autor da extorsão é o Júnior Brasa. Eu trabalho com a consciência absolutamente tranquila e estou trabalhando muito e produzindo muito”, afirmou.

 

Ouça o áudio do jornalista:

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet