Política Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 10h:20 | - A | + A

TRIBUNAL DE ÉTICA E DISCIPLINA

"Temos ainda bandidos com a carteira da OAB-MT", afirma Campos

Fala do presidente da entidade é em referência a ataques sofridos pela seccional recentemente.

Suzi Bonfim

da Redação

TJMT

Leonardo Campos -OAB-MT

 

A Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT), depois de sofrer dois ataques no início deste ano, o primeiro em 05 de janeiro e o segundo no sábado (15), está digitalizando todos os processos do Tribunal de Ética e Disciplina da entidade e investindo na segurança da sede, no Centro Político Administrativo, em Cuiabá. O presidente da OAB-MT, Leonardo Campos, ressaltou gravidade do fato. “É um atentado grave que denota que o Tribunal de Ética e Disciplina tem cumprido o seu papel. Só querem destruir o tribunal porque ele está punindo os advogados, aqueles que desviam dos nossos postulados éticos. Infelizmente, como em outras profissões, temos ainda bandidos com a carteira da OAB-MT. As facções criminosas têm investido na formação de profissionais que ao final têm o compromisso de estar a serviço da organização criminosa”, revelou Campos, em entrevista ao jornalista Antero Paes de Barros, na rádio Capital nesta sexta-feira (21). 

 

De acordo com o presidente da OAB-MT, a Polícia Federal está investigando as duas tentativas de destruição de processos que investigam a conduta de advogados em Mato Grosso. Em 5 de janeiro, um homem invadiu a sala do Tribunal de Ética, selecionou e ateou fogo em alguns processo. Na semana passada, a Escola Superior de Advocacia, onde o tribunal está instalado provisoriamente, foi invadida por dois homens que foram surpreendidos pela segurança quando já haviam jogado gasolina nos processos de ética.

 

“Foram processos selecionados e conseguimos identificar quais são e temos algumas linhas de investigação. Repassei à Polícia Federal a relação de todos os conselheiros, colaboradores e dos que circulam na Ordem para um minucioso trabalho de investigação em conjunto com o Serviço de Inteligência da Polícia Civil do estado”, afirmou Campos.

 

 

Novos juízes

 

Leonardo Campos, afirmou que o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Carlos Alberto da Rocha, se comprometeu em só criar novas vagas de desembargador com a efetivação dos aprovados, no último concurso do Poder Judiciário, até o mês de maio deste ano. “Este concurso está na fase final e nós já temos a garantia. Repito, começamos com o pleito de 9 juízes e já temos a garantia do presidente Carlos Alberto, publicamente, veiculado pela imprensa  de nomear 25 novos juízes. Não pode haver a criação de novos desembargadores em detrimento da nomeação de juízes em primeira instância”, ponderou o presidente da OAB-MT.

 

A luta da Ordem para nomear pelo menos um juiz em cada comarca em Mato Grosso, é antiga, desde 2015. 




VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet