Política Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019, 10h:38 | - A | + A

JUSTIÇA ELEITORAL

TRE divulga possíveis datas para eleição suplementar ao Senado

Presidente do TRE ressaltou que ainda aguarda publicação do acórdão do TSE para definir cronograma da eleição suplementar.

Da Redação

Nelson Jr./ ASICS/ TSE

Urna

 

O Tribunal Regional Eleitoral divulgou nesta quarta-feira (11) as possíveis datas para a realização da eleição suplementar para escolha de senador de Mato Grosso na vaga da senadora cassada Juíza Selma Arruda. O presidente do TRE-MT, desembargador Gilberto Giraldelli, explicou que ainda aguarda a publicação do acórdão sobre a cassação do mandato da senadora, mas que há uma portaria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que estabelece datas para a realização de eleições suplementares em 2020.

 

As datas são as seguintes: 12 de janeiro, 02 de fevereiro, 8 de março, 26 de abril, 10 de maio ou 21 de junho. Para o presidente do TRE, as duas primeiras datas estariam descartadas porque não haveria tempo hábil para que a Justiça Eleitoral cumprisse os cronogramas estabelecidos pela legislação eleitoral.

 

“Em tese estas são as datas possíveis pelo calendário do TSE. Vamos aguardar a publicação do acórdão e não podemos nos precipitar porque seria uma temeridade”, explicou o magistrado.

 

O presidente do TRE-MT concedeu uma entrevista coletiva à imprensa para tirar dúvidas e “evitar especulações” com relação ao calendário eleitoral e as ações da Justiça Eleitoral após a decisão referente à cassação do mandato de Selma Arruda. 

 

“A decisão do TSE tomada ontem ainda não está devidamente publicada. O acórdão leva alguns dias [para ser publicado] por conta dos trâmites internos. Qualquer medida no âmbito do TRE, só vamos poder iniciar a partir da publicação do acórdão”, explicou. Segundo ele, isso pode demorar alguns dias ou até semanas. “Pode ser ainda este ano, mas tem a possibilidade de ser só depois do término do recesso forense, que é o mês de janeiro inteiro”.

 

Giraldelli explicou ainda que a partir da publicação do acórdão o TRE vai se reunir para deliberar uma data para a realização da eleição suplementar. “Ainda não podemos dizer qual será porque depende de uma série de circunstâncias”.

 

Leia também:

 

TSE cassa o mandato de Selma Arruda e define nova eleição ao Senado

 

Selma Arruda alega perseguição política em processo de cassação

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet