Política Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 16h:39 | - A | + A

MENSALINHO NA AL

Vazamentos da proposta de delação de José Riva estão sendo investigados

Após divulgação na mídia, ex-deputado nega ter feito acordo de colaboração.

Safira Campos

Da redação

Reprodução

Riva

 

O Ministério Público de Mato Grosso (MP-MT) e a Polícia Judiciária estão investigando o vazamento da proposta de delação premiada do ex-deputado estadual José Riva sobre o esquema de propina que funcionava na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT). A suspeita é que advogados de importantes barões da política de Mato Grosso vazaram as informações com o intuito de anular a validade da delação. 

 

Em nota divulgada na tarde desta quarta-feira (09), o ex-deputado negou ter feito acordo de delação premiada com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MP-MT). 

 

Conforme informações veiculadas por alguns veículos de comunciação, políticos e membros do Tribunal de Contas do Estado estariam envolvidos em um esquema que movimentou dezenas de milhões de reais entre os anos de 2007 e 2015. 

 

Na nota, Riva afirma jamais ter assinado os papeis com declarações atribuídas a ele. Segundo o documento, o ex-deputado “tem colaborado já há algum tempo com as investigações promovidas pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, porém não firmou, até a presente data, nenhum acordo de delação premiada com o MP/MT” e continua afirmando que “está adotando as medidas jurídicas necessárias para identificar os autores e responsabilizá-los pela distribuição dos malsinados documentos”. 

 

Confira a nota na íntegra: 

 

Nota de Esclarecimento

 

O ex-deputado Estadual José Geraldo Riva, tendo em vista as matérias recentemente publicadas na mídia, envolvendo o seu nome em suposta Delação Premiada, celebrada com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, vem esclarecer que:

 

1) Os documentos apócrifos que têm circulado perante os meios de comunicação, intitulado como sendo “proposta de colaboração premiada” jamais foram subscritos pelo ex-Deputado;

2) Os referidos documentos jamais foram protocolizados junto ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso;

3) Tem colaborado já há algum tempo com as investigações promovidas pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, porém não firmou, até a presente data, nenhum acordo de delação premiada com o MP/MT;

3) Tem plena convicção que os sobreditos documentos não foram fornecidos pelo MP/MT, até porque o ex-Deputado, como já dito, jamais os assinou;

4) Está adotando as medidas jurídicas necessárias para identificar os autores e responsabilizá-los pela distribuição dos malsinados documentos.

 

Cuiabá/MT, 09 de outubro de 2019

Ex-Deputado José Geraldo Riva

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet