Política Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 10h:07 | - A | + A

CPI DO PALETÓ

Wellaton posta vídeo criticando impunidade de Emanuel

O vereador apontou na CPI do Paletó que os crimes de recebimento de propina e mensalinho foram confirmados pelo chefe de gabinete de Silval Barbosa.

da Redação

O vereador Felipe Wellaton (PV) destacou nesta quarta-feira (19), nas redes sociais, que a impunidade vigora diante de fatos que ele considera inquestionáveis. Wellaton relembrou as datas em que as imagens do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) colocando dinheiro no bolso do paletó foram divulgadas no Jornal Nacional, da Rede Globo, em 24 de agosto de 2017, e a tentativa de obstrução da Justiça, quatro dias depois. Segundo o post de Wellaton, Emanuel Pinheiro recebeu mais de meio milhão de propina. “O crime continua impune e o nosso trabalho não vai parar”, afirmou.

 

Wellaton apontou que esses crimes já foram confirmados pelo chefe de gabinete do governo Silval Barbosa, há dois anos, durante o primeiro depoimento de Silvio Corrêa à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada para investigar o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), por suposta quebra de decoro e obstrução da Justiça, na Câmara de Vereadores de Cuiabá. “Em 16 de fevereiro de 2018, o senhor (Silvio Corrêa) já afirmou que o dinheiro que o prefeito recebeu é propina e é mensalinho”.

 

O vereador detalhou também os fatos que incriminam o prefeito. “Dia 28.08, quatro dias depois, Alan te leva o dinheiro emprestado e te grava. Em 14.09, a Polícia Federal vai à casa do Emanuel Pinheiro e acha essa gravação”, apontou o vereador, que questionou se a gravação do encontro de Corrêa com o ex-secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Alan Zanata, foi feita para beneficiar o prefeito e prejudicar o conteúdo da delação do ex-chefe de gabinete. Silvio Corrêa confirmou a estratégia.

 

Clique aqui e confira o post do vereador.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet